Google+ Followers

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Você Custou um Alto Preço - O Sangue de Jesus!



“Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” (ICor.6:20).


Sabemos que devido a desobediência de Adão e Eva, todos herdaram deste primeiro casal, o pecado. É por isto que está escrito: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Rom. 3:23). O homem tornou-se servo (escravo) do pecado, sem condições alguma de se libertar. E sabendo que no final, o único salário que tem a receber pela sua servidão é a morte. “Porque o salário do pecado é a morte...” (Rom.6:23).


Esta era a triste condição da humanidade, mas graças a Deus o Senhor mudou a história das nossas vidas! “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” Jo 3:16. Hoje basta, crer na morte vicária do Senhor Jesus Cristo e obedecer a palavra de Deus, está livre da maldição do pecado, não é mais servo do pecado, mas tornou-se filho de Deus! 


O Senhor Jesus veio buscar e salvar o mais vil pecador, libertando da escravidão do pecado, mas para isto foi necessário que Ele morresse em uma cruz, derramando o seu precioso sangue para nos purificar de todo o pecado. Este foi o preço que Jesus pagou para nos libertar! “Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado” (I Pedro 1:18-19). 


Por isso, dê mais valor a tua salvação, a tua liberdade em Cristo Jesus, não troque por nada, não faça negócio nenhum com ela. E saiba que a tua vida é preciosa aos olhos de Deus. Mesmo que alguém diga que você não tem valor, não dê ouvidos, você já conhece a história do seu preço! “Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” ( I Cor.6:20). Não seja daqueles que dizem “que Deus só que o coração”, viva de forma que Deus seja glorificado no vosso corpo, dando exemplo de verdadeiros cristãos, que valorizam o Sangue de Cristo que foi derramado, para que hoje pudéssemos agradar a Deus. Sabendo que não somos de nós mesmos, Já fomos comprados! Pertencemos a Deus. “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo, e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” ( II Tess.5:23). “Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos...” (I Cor.7:23) de nada deste mundo que venha lhe tirar a liberdade de servir ao Senhor em santificação.

terça-feira, 12 de julho de 2016

"Crentes Transformados"

Transformação é uma palavra chave na vida de cada pessoa que se identifica como seguidora de Jesus Cristo. As igrejas estão cheias de simpatizantes e admiradores dos ensinamentos de Jesus, porém com tristeza vemos muitos crentes viverem de forma bem distante e diferente da proposta de Jesus . A transformação de que fala a bíblia é uma condição inegociável para o cristão , ela é ampla e global, é renovação da mente, é a mente da pessoa que controla sua vida, que determina suas ações, seu procedimento, por isso a bíblia diz que a renovação, a mudança , a transformação precisa acontecer na mente.


Há muitas idéias erradas sobre transformação:

1. Transformação não é somente vir a igreja em todas as reuniões, participar dos cultos, andar com a bíblia e dizer sou crente.

2. Transformação não é somente deixar de fumar, beber, jogar e outras coisas similares.
3. Transformação não é somente falar do que Jesus faz ou pode fazer.
4. Transformação não é somente deixar de andar em companhia de pessoas marginalizadas pela sociedade.

Com certeza essas coisas sozinhas, não mostram uma verdadeira transformação , é preciso muito mais. ” Se a vossa justiça não exceder em muito os escribas e fariseus de modo algum entrareis no reino de Deus” Mt 5:20. Meus irmãos as nossas igrejas tem muita gente que necessitam de uma real e verdadeira transformação.
A falta de uma vida verdadeiramente transformada tem impedido muitas pessoas de se aproximarem do evangelho de Jesus Cristo. A força do evangelho está na transformação que ele produz; precisamos nos libertar do velho homem com todos os seus resquícios e sermos revestidos de uma nova vida.
Imagine uma esposa que diz para o seu marido- “Eu , agora sou crente, vou a igreja, leio a bíblia, sou diferente.”, mas continua a brigar com o marido por tudo, a falar mal da vizinha, e ainda diz para o marido você precisa se converter. Que exemplo esse marido tem da esposa? Que evangelho é esse ? Pense, em um filho que vai a todas as reuniões da igreja, é líder dos jovens ou dos adolescentes, mas em casa é respondão, briguento, irrita-se com facilidade, é grosseiro, não respeita os pais, quando você acha que os pais desse jovem vão desejar aceitar o mesmo Jesus do seu filho? E o inverso é verdadeiro tem pais que oram anos a fio pelos seus filhos, porem nunca deram um testemunho que tenha provocado em seus filhos o desejo de servir ao mesmo Deus que eles. Que dizem os colegas de trabalho de um crente mal humorado, que nunca está pronto pra ajudar ninguém, está transformado porque vai a igreja e é só, alguém vai desejar conhecer o Jesus dessa pessoa. O que dizer do jovem, da jovem que escandaliza os novos convertidos, pois falam mal, e as vezes até criam barreiras entre os irmãos, como será o Jesus dessa pessoa. ” Aquele que diz está nele deve andar como ele andou” I Jo 2:6
O mais difícil  é que tem pessoas que se acostumaram a ser assim, e acham que não tem nada demais., porem fazem mal para si e para os outros. Não estamos falando que podemos viver sem pecar, pois que isso é impossível enquanto estivermos aqui na terra.

Transformai-vos, essa é ordem de Jesus, para vida de todo aquele que é nascido de novo.

Transformai o vosso modo de pensar, de falar e de agir, com certeza as pessoas verão a diferença e quando vêem está diferença dizem , verdadeiramente o evangelho transforma.
Quer ganhar seu marido pra Jesus, seja uma pessoa transformada, deixe Jesus agir em tua vida.

Quer ganhar tua esposa para Cristo, seja um exemplo de marido, em todas as áreas, seja um servo usado por Deus.

Quer ganhar teu filho , tua filha, ore por ele, por ela, mais mostres que você é um pai, uma mãe diferente, que há algo divino em você.
Jovem quer ganhar seus pais para Cristo , quer leva-los aos pés de Jesus , seja um filho transformado, uma filha transformada .
Está em nossas mãos fazer a diferença. Como é bom ouvirmos , de um pai, o meu filho é outro desde que entrou na igreja, desde que aceitou Jesus.
Quantas esposas podem dizer, foi o testemunho do meu marido, que me trouxe a Jesus.
O mundo quer ver Jesus em nós, nos nossos atos, nas nossas palavras, não afaste pessoas de Jesus, seja um crente transformado, seja diferente. Ame, perdoei, ajude, coopere, compreenda, ganhe vidas pra Jesus, entregue a sua vida para Jesus.

sexta-feira, 13 de maio de 2016

"Cuide do seu Coração Espiritual"

Quando não temos hábitos saudáveis em nossa vida, podemos causar sérios problemas em nosso corpo. Por exemplo, as causas mais comuns de um ataque cardíaco são o estresse, pressão alta, comidas gordurosas, cigarro, e falta de exercícios. Ao eliminar esses comportamentos que fazem mal e que podem bloquear nossas artérias, podemos melhorar a saúde e prevenir um ataque do coração. Resumindo: o melhor remédio é a prevenção.
E o mesmo acontece na nossa vida espiritual! A nossa alma pode estar bem ou mal, dependendo de como nos comportamos. Se não abandonarmos os hábitos ruins (pecados), eles irão bloquear as "artérias do nosso coração" e consequentemente, nos afastar de Deus. A Bíblia diz:
"Cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha coração perverso e incrédulo, que se afaste do Deus vivo. Pelo contrário, encorajem-se uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama "hoje", de modo que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado, pois passamos a ser participantes de Cristo, desde que, de fato, nos apeguemos até o fim à confiança que tivemos no princípio" (Hebreus 3:12-14).
Devemos proteger muito bem o nosso coração, pois é nele que conservamos a nossa fé. Pv 4:23 diz: "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida." Satanás sabe disso e fará de tudo para atacá-lo, usando pessoas para nos ferirem com palavras, tentações para pecarmos e situações diversas para nos afastarmos do Deus vivo. Ele lançará sementes malignas na esperança de que alguma delas venha brotar em nosso coração. Veja:
"Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor. Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus. Que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando a muitos" (Hb 12:14,15).
A falta de santidade nos impede de ver o agir de Deus na nossa vida, e a raiz de amargura nos impede de receber a Sua graça. Quando ela brota no coração, traz inquietação e começa a levar "veneno" para as outras pessoas. A raiz de amargura surge quando não perdoamos os irmãos, quando não confessamos pecados para Deus, quando criamos intrigas na família e quando ficamos com o coração abatido e infeliz diante das lutas etc.
Todos esses hábitos não saudáveis nos faz perder a chama do primeiro amor e a presença do Espírito Santo é substituída por uma religiosidade vazia. Passamos a viver de forma superficial e a frieza começa a fazer parte do nosso dia a dia. Somos enganados por pensar que continuamos vivos, quando, na verdade, estamos apenas existindo.
Não fomos criados para viver dessa maneira! Jesus morreu para que pudéssemos ter um relacionamento íntimo com Deus e não podemos nos contentar com uma vida derrotada. Ele disse:
"...Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância" (Jo 10:10).
"Quem tem os meus mandamentos e lhes obedece, esse é o que me ama. Aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me revelarei a ele" (Jo 14:21).
Creio que, como cristãos, todos nós temos um desejo sincero de amar a Deus com todo o coração e caminhar em vitória com Ele, mas poucos estão dispostos a obedecer a Sua Palavra, sendo que Jesus disse que a nossa obediência é a prova de que O amamos. Se você deseja melhorar sua vida espiritual, reflita abaixo sobre alguns hábitos ruins que muitas vezes praticamos sem saber, mas que prejudicam e podem nos levar a um "infarto espiritual":
  • Quando deixamos de lado a oração e leitura da Bíblia, nós esfriamos na fé. O tempo devocional passa a ser cada vez menor, até ficarmos dias, semanas ou meses sem buscarmos a Deus.
  • Quando aprendemos a Palavra de Deus, mas não a aplicamos na vida diária. Tudo se torna apenas conhecimento, mas não é vivenciado.
  • Quando nossos pensamentos sobre a eternidade e o desejo por coisas espirituais deixam de ser algo comum em nossa vida.
  • Quando os cultos da igreja se tornam chatos. Quando não temos alegria em ir à igreja e fazer a obra de Deus se torna um fardo.
  • Quando começamos a fugir das conversas espirituais e ficamos constrangidos ao ouvir alguém pregar ou falar seriamente sobre o Evangelho de Jesus.
  • Quando começamos a distorcer a Palavra de Deus e inventamos desculpas para defender os nossos pecados.
  • Quando damos prioridade ao lazer e entretenimento, e deixamos as coisas espirituais em segundo, terceiro, quarto plano.
  • Quando não sentimos mais o peso do pecado, pois a nossa consciência não nos acusa mais. (A marca do cristão verdadeiro é o arrependimento gerado por uma tristeza na alma - II Co 7:9)
  • . Quando tentamos convencer os outros de que o nosso erro está certo e não é tão grave assim.
  • Quando achamos que ganhar dinheiro e ter bens materiais é a razão da nossa vida. Então pensamos nisso a maior parte do dia.
  • Quando deixamos as pessoas zombarem das coisas de Deus e não fazemos nada, nem defendemos a nossa fé.
  • Quando assistimos programas de TV imorais, sites impróprios e lemos livros com pensamentos mundanos, achando que isso não irá nos prejudicar.
  • Quando não ajudamos ninguém por termos o mesmo pensamento da maioria das pessoas, que diz que a culpa é do governo e que se alguém está passando por dificuldades é porque ela merece.
Perceba nestes hábitos que são os pequenos detalhes que vão nos afastando do Senhor. A nossa frieza espiritual vem quando achamos que tudo é normal, quando paramos de renunciar a carne e aceitamos pecados que antes tínhamos abandonado. Então, para não sofrermos um "infarto espiritual", temos que trocar o mais rápido possível, esses hábitos ruins por outros que nos ofereçam saúde e vida em abundância, como a oração, jejum, comunhão, adoração e leitura da Palavra... Enfim, tudo o que traga comunhão com Deus. O profeta Isaías não era cardiologista, mas sabia muito bem o que era bom para as nossas "artérias espirituais".
"Busquem o Senhor enquanto se pode achá-lo; clamem por ele enquanto está perto. Que o ímpio abandone seu caminho, e o homem mau, os seus pensamentos. Volte-se ele para o Senhor, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso Deus, pois ele perdoará de bom grado.’Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos’, declara o Senhor. ‘Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos’" (Is 55:6-9).

"Deus nos adotou, somos Filhos sim!"

A adoção pode ser uma boa alternativa para pais que, por vários motivos, talvez não possam cuidar de seus filhos. Mas pode também ser uma resposta de oração para muitos casais que não podem gerar seus próprios filhos. Ao contrário do que a maioria pensa, nem todos são filhos de Deus. Cada ser humano é uma criação de Deus e está preso ao pecado que veio através da desobediência de Adão e Eva, mas a Bíblia diz que quando entregamos nossos corações a Jesus, crendo e confiando nEle para nossa salvação, Deus nos adota como filhos e passamos a fazer parte de Sua família. Veja:
Aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.” (João 1:12,13)
Para entender melhor o que significa uma adoção, analise esta cena:
Você consegue imaginar pais com boas condições dizendo em uma casa de adoção: “Olá, nós gostaríamos de adotar o João, mas primeiro queremos saber algumas coisas. Ele tem uma casa onde morar? Ele tem dinheiro para custear seus estudos? Ele tem uma condução para ir à escola e roupas para trocar todos os dias? Ele pode preparar as suas refeições e lavar as próprias roupas?” Nenhuma casa de adoção aceitaria este tipo de conversa. A atendente levantaria a mão e diria: “Um momento. Vocês não entenderam! Vocês não estão adotando o João pelo que ele possui. Vocês o estão adotando pelo que ele precisa, e ele precisa de um lar!
O mesmo é verdade em relação a Deus. Ele não nos adota pelo que nós possuímos. Ele não nos dá Seu nome por causa de nossa inteligência, ou de nossa carteira ou de nosso bom comportamento... Adoção é algo que recebemos, não que merecemos.
Somos bem-vindos à casa de Deus porque fomos adotados pelo Dono da casa. Deus adotou você! Deus buscou você, encontrou-o, assinou os papéis e o levou para casa. Seria suficiente se Deus apenas limpasse seu nome, mas Ele fez muito mais. Ele o levou para casa... Deus adotou você simplesmente porque Ele quis. Você está na vontade e no cuidado dEle. Ele sabia muito bem o transtorno que você seria e o preço que Ele deveria pagar, por isso Ele assinou o nome dEle perto do seu, mudou o seu nome para o dEle e o levou para casa. Você não é mais um estranho, pois se recebeu a Cristo como seu único Senhor e Salvador, então você agora também é filho do Dono do Universo, você é filho do Deus Altíssimo!
Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade, para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus.” (Ef 1:5-7)

sexta-feira, 18 de março de 2016

"Olhos cheios de lágrimas"

Chorem os sacerdotes, ministros do SENHOR, entre o pórtico e o altar, e digam: Ó SENHOR, poupa teu povo e não entregues a tua herança ao vexame, para que as nações zombem dele. Por que diriam entre os povos: Onde está o seu Deus?
Senti as vossas misérias, e lamentai, e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo, em tristeza. Tg 04:09
 A alegria não é recomendada dentro de uma situação de pecado. Foi por isso que Davi escreveu: “Enquanto não confessei o meu pecado, eu me cansava, chorando o dia inteiro” (Sl 32.3). Depois de ter negado três vezes o Senhor, era inconcebível que Pedro saísse da casa do sumo sacerdote pulando de alegria. Ao ouvir o galo cantar, “Pedro saiu dali e chorou amargamente” (Lc 22.62).
Chorar quando deveria se alegrar é pecado. Alegrar-se quando se deveria chorar é pecado. A falta de vontade de alegrar-se precisa ser corrigida. A falta de vontade de chorar também precisa ser corrigida. O que o Livro de Eclesiastes ensina está certíssimo: “Tudo neste mundo tem o seu tempo… há tempo de ficar triste e tempo de se alegrar” (Ec 3.1, 4).
Tiago escreve “fiquem tristes” e Paulo escreve “tenham sempre alegria” (Fp 4.4). Isso não quer dizer que o primeiro era sombrio demais, e o segundo, eufórico demais.
Algo está muito errado quando não se chora. Quando o povo entendeu que todas as desgraças que vieram sobre ele na época da invasão babilônica eram por causa do pecado da nação, Jeremias disse: “Que elas [as mulheres pagas para chorar] venham depressa e cantem uma canção triste para nós para que os nossos olhos se encham de lágrimas e fiquem molhados de tanto chorar” (Jr 9.18). O choro pode preceder ou acompanhar um despertamento religioso de grandes proporções, como aconteceu na época de Esdras e Neemias (Ed 10.1).
O caminho da alegria constante passa pelo pranto. Choro significa contrição, arrependimento e confissão. No fundo mesmo, Tiago queria levar os irmãos à verdadeira alegria via tristeza!
Talvez você esteja ouvindo as notícias;  os protestos, as manifestações, e tudo isso tem trazido um sentimento de revolta, de indignação, injustiça, impotência entre tantos outros sentimentos...
E claro, estou aqui usando um assunto que está tão em pauta, tão evidente, na mídia, nas conversas, nos jornais, nas casas... Estou falando da nossa nação, e se entrarmos  na peculiaridade da sua (e da minha) vida, família,  igreja, vida espiritual??
Será que há uma indignação? Uma inquietação pela situação atual da sua vida? Será que não está tudo um caos?
Será que não está na hora de haver um despertamento? Uma manifestação ao arrependimento, através do choro, das lágrimas, dos joelhos no chão??

Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Sl 30:5.
Alegria por ter chorado é uma experiência autêntica!
Sempre haverá um amanhã melhor e mais alegre, quando á noite choramos pelos nossos pecados, pelo pecado da nossa nação.

Pense nisso!!!

sexta-feira, 4 de março de 2016

"Graça e Verdade"

“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de Graça e de Verdade.
João testificou dele, e clamou, dizendo: Este era aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu.” João 1:14,15

Neste texto a palavra Graça  veio antes da palavra Verdade . Embora Ele seja a própria Verdade, Ele se intitula como a Verdade, (Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida)  neste texto é João quem fala Dele, é a maneira como João o vê..
João foi o precursor, foi o que veio antes do Senhor, e mesmo vindo primeiro, sendo ele a abrir o caminho, João sabia quem ele era, o que ele veio fazer...


Por isso ele usa a palavra “Graça:   antes da palavra “verdade” não porquê obter a verdade é menos importante, mas porquê a  Verdade sozinha nos mostra a nossa real condição, aquilo que deveríamos receber por justa medida...
Más a Graça... Ela nos trás para perto Dele, através da Graça somos aceitos por Ele,  por causa Dele  e não nossa, e depois de conhecer a Graça, então temos condição de conhecer a Verdade... essa Verdade  que nos torna libertos, livres!


E todos nós recebemos também da sua plenitude, e graça por graça. Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. João 1:16,17

A graça é citada três vezes nexte texo, e ela foi manifesta ao terceiro dia...


"Não queira apresentar  a verdade á ninguém, sem antes  manifestar a SUA Maravilhosa Graça  na vida desse alguém."

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

"Remédio Amargo!!"

REMÉDIO AMARGO!
"E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela" - Hb 12:11. 

Enfermidades não são bem-vindas nunca, todavia, dada a nossa estrutura pecaminosa ficamos a mercê delas, porém, quando somos acometidos, mesmo que seja por um resfriado ou dor de cabeça, recorremos aos médicos e estes sempre nos receitam algo e assim temos que, por exemplo, tomar remédios e às vezes remédios muitos ruins, mas, visando à cura o tomamos e guardamos o repouso necessário.
Na nossa vida diária isso acontece também. Às vezes temos atitudes, que depois para serem resolvidas, será necessário tomar algum remédio "amargo" ou ainda ser exortado pelo próprio Deus que nos ama e deseja nos ver cada vez mais limpos de mãos e puro de coração.
Isso nos faz lembrar quando éramos corrigidos por nossos pais. No primeiro momento aquilo não era tão prazeroso, desejoso, mas, depois de um tempo decorrido e com mais experiência, notamos o quanto era necessário tal correção, pois, fazia parte da formação do nosso caráter.
O Senhor deseja formar um caráter de cristão sólido e fundamentado em cada um de nós. Se estamos sendo corrigidos por Ele, saiba que é porque o amor que Deus tem por nós, O leva a isso.
O motivo de o salmista dizer: "Cria em mim ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito inabalável" significa estar abrindo mão da própria vontade e deixando a vontade de Deus se estabelecer por completo.
Ele sabia que assim sendo, teria um espírito inabalável para enfrentar tudo na vida. Um espírito que se manteria firme, mesmo diante de situações mais constrangedoras, difíceis, intoleráveis, complicadas e inimagináveis.

Cada dia mais precisamos estar "inabaláveis", portanto, precisamos deixar Deus nos corrigir, para que possamos alcançar tal posição de espírito inabalável